A bondade será sempre aquele remédio sem cápsula, sem bula, sem medida certa e sem contraindicação sabe? E a gente precisa acreditar que ainda existe gente boa no mundo, porque existe mesmo. Gente que tem história pra contar e lhe edificar de alguma forma, gente que aceita abraço, que responde um bom dia, gente que mesmo na frieza dos corredores de um hospital sabe aquecer um coração com alguma palavra de carinho e conforto. Talvez você seja o mais próximo da bondade para alguém, já pensou nisso?

Aquela conversa aleatória na fila da farmácia foi a maior simpatia do dia daquela senhora, aquela felicitação de boa tarde mesmo que pra um estranho na rua foi alívio de quem precisava se sentir alguém, porque no fim a bondade também faz parte do nosso eu e a gente se descobre com ela. Nunca é tarde para praticar a bondade e ela não precisa ser grande para ser intensa.

#PO

Jales Taelyson

Publicado por Dyangellys Batista

Bibliotecário, Gamer, Geek e Baixinho!

Deixe um comentário

O que você achou disto?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: