A Natureza em Agonia

Softagon Sistemas em Araripina

Todos os dias rigorosamente às 07:30 horas da manhã eu caminho em volta do Parque Vaca Brava em Goiânia (Go) durante uma hora e trinta minutos (01:30 ms). Faço isto pela necessidade de cuidar da minha saúde (mente sadia em corpo sadio) e pelo prazer de viver em harmonia com a natureza. Ando o equivalente a nove km. Confesso também que sou incentivado a esta caminhada, graças à beleza, a arborização e a qualidade do ar que se respira neste maravilhoso presente da mãe natureza.

Hoje, comemoramos o dia mundial do meio ambiente, não posso deixar de registrar a minha preocupação com os desmandos e as violentas agressões direcionadas ao meio ambiente. Não sei até quando poderei me levantar e ir ao encontro da Mãe natureza, manifestada através da majestosa beleza do imponente Vaca Brava.

O assunto que domina as atenções em todo mundo é a agressão ao meio ambiente, causando sérios danos ao planeta terra, inclusive comprometendo num futuro próximo a extinção de muitas espécies, hoje seriamente ameaçadas pela destruição causada pelo homem.

A emissão acelerada de gases poluentes, a devastação desenfreada das florestas, a contaminação dos nossos rios com substâncias químicas, a poluição sonora que tantos transtornos causam à saúde humana e as explorações ilegais do solo têm criado um estado desesperador ao planeta, que começa a dar sinais de cansaço, de exaustão e de perdas irrecuperáveis. Pouco se tem feito para minimizar esta triste realidade.

Tudo Isto tem sido motivo de grande preocupação. Devemos nos conscientizar que o planeta está agonizante. Não podemos permitir tamanho desleixo, tamanha barbárie. Se nenhuma atitude for tomada de imediato, muito em breve estaremos vivendo em um planeta sem a qualidade de vida que hoje ainda temos; e que poderá não ser mais possível a sobrevivência com um mínimo de qualidade de vida  aos nossos futuros irmãos.

Humberto Alves Bandeira

Publicado por Humberto Alves Bandeira

Sou filho de Araripina, tenho 62 anos de idade, sou casado tenho 03 filhos também casados, tenho u netinho chamado Mateus. Sou um apaixonado por Araripina e o Sertão do Araripe. Tenho um enorme prazer em fazer parte da equipe do araripina.com.br. o site expoente da região.

Participe da discussão

1 comentário

  1. Eu Jorge Francisco de Oliveira, Jorge Serrão
    Deito meu corpo más a mente fica acesa
    Imaginando tudo o que fazem Com a natureza
    E ver quimando a floresta amazônica
    Os animais sem ter chance pra fugir
    Em Brumadinho rompeu a represa
    Como um avalanche roupe-se Mariana
    Á lama que desce leva tudo pela frente
    Chega nos rios sufoca animais e peixes
    A água do mar manchada de petróleo
    Praias e mangues também foram atingidas
    Quem é culpado a justiça fecha os olhos
    A natureza é quem paga com as vidas
    Refrão
    Respiro o ar , com foligem e fumaça
    Águas do rio com pesados metais
    Os alimentos que levamos para a mesa Contaminados com agrotóxicos letais

Deixe um comentário

O que você achou disto?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: