A HORA E A VEZ DA LITERATURA DE CORDEL

Culturas Populares – Literatura de Cordel

Poetas, editores, produtores e pesquisadores que atuam com as culturas populares têm, agora, um prêmio de incentivo a suas produções. É a primeira ação de fomento ao segmento desde a regulamentação da profissão, em 14 de janeiro. O anúncio do lançamento da premiação foi feito pelo ministro da Cultura, Juca Ferreira, na última quinta-feira, 11 de março, durante a abertura da II Conferência Nacional de Cultura, em Brasília. O Prêmio Mais Cultura de Literatura de Cordel 2010 – Edição Patativa de Assaré fará a seleção de 200 iniciativas culturais vinculadas à criação e produção, pesquisa, formação e difusão da Literatura de Cordel e linguagens afins, a exemplo da Xilogravura, do Repente, do Coco e da Embolada. O Edital contará com R$ 3 milhões em recursos, a serem distribuídos entre as iniciativas contempladas.
As inscrições encerram-se no dia 26 de abril. Os interessados poderão concorrer em quatro categorias: Criação e Produção – apoio à edição e reedição de folhetos de cordel, livros, CDs e DVDs; Pesquisa – dissertações de mestrado, teses de doutorado ou reedição de livros publicados até 10 de março de 2010; Formação – projetos que contribuam para a formação de profissionais que atuam em áreas que dialogam com a Literatura de Cordel e suas linguagens afins, como cursos e seminários; e Difusão – eventos e produtos culturais que contribuam para a valorização e propagação da cultura popular, como feiras, mostras, festivais e outras iniciativas. O diretor de Livro, Leitura e Literatura da Secretaria de Articulação Institucional do MinC, Fabiano dos Santos Piúba, explica que o prêmio é resultado das demandas apresentadas no Seminário de Políticas Públicas para o Cordel, realizado em maio do ano passado. “Esse prêmio vem atender a necessidade de ressaltar a Literatura de Cordel e linguagens afins como patrimônio imaterial brasileiro, entendendo sua unicidade e papel central na construção da identidade e da diversidade cultural brasileira, bem como estabelecer um canal direto com poetas e cantadores populares que terão acesso a recursos para criação, produção, difusão, capacitação, pesquisa e projetos de formação leitora.”
O Edital integra as ações do Programa Mais Cultura, que inclui a cultura na Agenda Social do país e é pautado na integração e inclusão de todos os segmentos sociais, na valorização da diversidade e do diálogo com os múltiplos contextos da sociedade. O apoio financeiro às iniciativas selecionadas será distribuído da seguinte forma: (Neila Baldi, Ascom DLLL SAI/MinC)

in: http://mais.cultura.gov.br/2010/03/15/culturas-populares-literatura-de-cordel/

Roberto Azoubel,
Assessor da Representação Regional do Nordeste (Ministério da Cultura)
fones: (81)32240561
(81)97293757

Publicado por Cacá Lopes

Sou cantor e compositor profissional, além de poeta popular. Trabalho com música e cordel.Nasci em Araripina-PE, no sopé da chapada do Araripe, região encantada que deu a humanidade Patativa do Assaré e Luiz Gonzaga, referenciais sempre presentes em minha arte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.