Sonora Brasil chega em Araripina com Coco de Zambê

Nos dias 01, 02 e 03 de setembro, os municípios de Bodocó, Araripina e Petrolina, no Sertão de Pernambuco, receberão mais uma iniciativa do projeto ‘Sonora Brasil’, do Sesc, que promove apresentações artísticas gratuitas em todo o país. Desta vez, o Coco de Zambê, manifestação cultural africana, será o centro das atenções do público que for aos locais de apresentação.

Nesta sexta-feira (01), a apresentação acontece a partir das 20h, na Capela dos Santos Reis, região da Várzea do Meio, em Bodocó. Já no sábado (02), também às 20h, na sede do Lions Club da cidade, o público de Araripina é que será contemplado. E no domingo (03), a última apresentação é no Teatro Dona Amélia, no mesmo horário, no Sesc de Petrolina.

Coco de Zambê

Também chamado de bambelô, coco de praia e zambê do pau furado, a manifestação cultural, encontrada geralmente na região do Rio Grande do Norte, nasceu em meio aos engenhos de cana de açúcar e regiões pesqueiras, através dos escravos vindos da África. A dança se faz com canto, tambores e instrumentos artesanais como o ‘zambê’ e o ‘chamá’.

Sonora Brasil

O projeto nacional ‘Sonora Brasil’, do Sesc, promove apresentações artísticas gratuitas em todo o país. Em sua 20º edição, o projeto chegou ao Sertão no mês de julho, trazendo o tema ‘Na pisada dos cocos’, no intuito de revelar a expressão artística pouco disseminada na região – o Coco de Roda – através de grupos vindos de diferentes cidades do interior do nordeste brasileiro. Até novembro, o projeto apresenta quatro grupos com o tema.

Fonte: G1.com

Deixe uma resposta