Atrativos Culturais

Matriz de Nossa Senhora da Conceição

67592389

Localização: Praça padre Luiz Gonzaga

Descrição do atrativo
Edificada em meados do século XX, ao gosto neogótico, a igreja tem todos os seus vãos abertos em arcos ogivais. Na fachada principal se destaca a única torre central mais avançada em relação ao corpo do templo, na qual está a porta de acesso.
Os festejos com devoção à padroeira acontecem no mês de dezembro, com novenário e procissão. O entorno do templo é marcado por uma praça em múltiplos planos. Situada no núcleo urbano, em sua ambiência se observa um intenso comércio e algumas casas térreas que ainda conservam características construtivas originais, possivelmente do mesmo período da edificação da igreja.

Mercado do Produtor de Araripina

imagem_d65036874648f32334f6f0bb08320e9c

Localização: Bairro da Boa Vista (aos sábados)

Descrição do atrativo
Nesse mercado realiza-se a feira semanal, onde são comercializados cereais, frutas, verduras, cerâmicas artesanais, artigos de sacaria, dentre outros. Durante a semana permanece aberto com alguns produtos disponíveis para a população da cidade e visitantes.

 

Festa de Nossa Senhora da Conceição

procissão-Araripina-03

Localização: Praça da Matriz (de 29 de novembro a 08 de dezembro, anualmente)

Descrição do atrativo
A festa da padroeira Nossa Senhora da Conceição consta de novenas, missas e procissão. Ao redor da igreja são armadas barracas onde são comercializados comidas típicas e artesanato. Apresentação de conjuntos musicais. Nas imediações do templo são montados parques de diversões.

 

Santuário do Senhor da Verônica

SENHOR-DA-VERONICA

Localização: Sítio Boca da Mata (há 3km da sede do município)

Descrição do atrativo
Conta-se que a imagem venerada foi trazida do Ceará, por um peregrino italiano que a entregou ao sr. João Custódio Arraes no ano de 1909. Desde então, vem sendo cuidada pelos descendentes e é motivo de romaria.
A visitação ocorre durante todo o ano, principalmente aos domingos, mas o período de maior afluência ocorre no mês de outubro quando, no último domingo, são realizados batizados e casamentos.
A capelinha que abriga a imagem tem formato de ¨T¨, com uma única porta central. Aos fundos, a ¨Sala dos Milagres¨, com muitas fotografias, bilhetes de pedidos e agradecimentos. A capela fica recuada, murada e, no adro, um jardim de plantas ornamentais. À esquerda, uma edificação isolada onde é mantido o altar para celebração de missas.