Gastronomia

Terra do bode assado, da mão-de-vaca, do mungunzá salgado e da tapioca, Araripina atende às expectativas dos seus visitantes mais curiosos para experimentar receitas típicas, mas também não deixa na mão aqueles que buscam algo da culinária mais tradicional e até internacional.

Os diversos pólos gastronômicos da cidade estão fixados desde áreas mais acessíveis até pontos localizados fora da cidade, com toda a calmaria e nostalgia que o interior pode proporcionar a seus visitantes. À noite, uma riqueza de opções de bares e restaurantes enche os olhos e dão vida a cidade.

Já bastante conhecidos, os Bode Assados, onde é comercializado o carro chefe da região, encontram-se há alguns quilômetros além da cidade e oferecem uma comida típica de qualidade e toda a sensação da ruralidade.

Tapioca

Um dos quitutes mais tradicionais de Araripina é a tapioca – também conhecida como beiju, é feita com a fécula extraída da mandioca, ou simplesmente goma da tapioca. O segredo para degustar está nas várias possibilidades de recheio, mas o mais tradicional é com queijo coalho.

Não deixe Araripina sem experimentar a tapioca, um quitute que lembra uma panqueca em forma de meia-lua (ou disco) com recheios dos mais diversos. A opção aparece nos cardápios de alguns restaurantes da cidade.