Pernambuco terá 15 mil policiais nas ruas e não adotará ‘Lei Seca’ no dia da eleição

A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE) divulgou, ontem terça-feira (02), o esquema de segurança para a Operação Eleições 2018. Em todo o estado, o efetivo extra empregado para a ação será em torno de 17 mil policiais, sendo 15 mil policiais militares e 1800 civis, além de bombeiros militares, grupo tático aéreo, corregedores e Polícia Científica, que serão distribuídos em 27 mil postos de trabalho ao longo de todo o final de semana do pleito.

O secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, explicou que não haverá necessidade de apoio de tropas federais em Pernambuco e que o total investido pelo governo estadual no esquema de segurança das eleições é de R$ 9,5 milhões. O recurso será dividido para o primeiro e segundo turno das eleições (caso aconteça).

“Nossa grande missão é proporcionar segurança para que o eleitor tenha seu direito assegurado de votação num local seguro. As forças de segurança foram reforçadas, são mais de 27 mil lançamentos de policiais militares numa integração de forças. Não há necessidade do uso de Forças Armadas, foi feito planejamento junto com TRE, a distribuição das urnas já ocorre a partir da quinta-feira com a segurança proporcionada pela Polícia Militar dos locais de votação e das urnas eletrônicas”, destacou o secretário.

Nessa eleição, a SDS e seus órgãos operativos atuarão em Centros Integrados de Comando e Controle Regionais, estabelecidos nas cidades de Recife, Caruaru e Serra Talhada. A novidade é a descentralização dos centros de comando que irão também para o interior.

LEI SECA NAS ELEIÇÕES

A SDS também decidiu que não baixará, este ano, uma portaria para proibir a comercialização e consumo de bebida alcoólica durante a eleição, cujo primeiro turno acontece no próximo dia 7 de outubro. Caso alguém chegue a um local de votação alcoolizado, os responsáveis pelas seções eleitorais deverão orientar o eleitor, informando que ele só poderá votar quando estiver sóbrio. A SDS ressalta que as operações de Lei Seca no trânsito seguem normalmente. “Não haverá fiscalização em restaurantes e bares que estejam vendendo bebidas alcoólicas. Mas a blitz da Lei Seca continua funcionando, ela é feita para impedir que o motorista beba e dirija”, destacou Pádua.

Superintendente-substituto da PRF/PE, Ricardo Diniz recomendou que o eleitor que precisa viajar para votar evite bebidas alcoólicas. “A alcoolemia é um problema sério que motiva acidentes e recomendamos a quem mora longe das seções que evite o consumo de bebida alcoólica para que a viajem seja tranquila e sem acidentes. No período das eleições, a preocupação da PRF é garantir a fluidez do trânsito e o deslocamento com segurança. Nos municípios com seções às margens das rodovias federais, o movimento aumenta consideravelmente. Vamos reforçar a presença e garantir que o eleitor chegue com tranquilidade. Vamos coibir estacionamento em acostamento e fiscalizar o transporte dos eleitores para não ocorrer em carroceria aberta e em qualquer transporte irregular”, disse.

Em caso de roubo, perda ou extravio de documentos, faça o registro da ocorrência de domingo a domingo, 24 horas, na Delegacia pela Internet: www.sds.pe.gov.br ou www.policiacivil.pe.gov.br. A corregedoria da SDS estará de plantão 24h durante todo o período das eleições na sede localizada na sede da Corregedoria (Avenida Conde da Boa Vista, n° 428, em frente ao Atacado dos Presentes), além de equipes nas ruas. Os telefones da corregedoria são: (81) 3184 2714 / (81) 3184 2756.

Confira os órgãos que terão estações de trabalho: Corregedoria Geral da SDS, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Gerência Geral de Polícia Científica, Centro Integrado de Operações de Defesa Social – CIODS, Centro Integrado de Inteligência de Defesa Social – CIIDS, Exército Brasileiro, Órgãos de Trânsito Municipais, Guardas Municipais, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Celpe, Compesa, SAMU – Recife, Secretaria.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.