Período para declaração de Imposto de Renda entra na reta final

Os contribuintes devem ficar atentos ao próximo dia 30, quarta-feira da semana que vem. É quando acaba o prazo para declarar o Imposto de Renda (IR) pessoa física 2014, a declaração do cidadão comum. Antes dessa data, recomenda a Receita Federal, o contribuinte deve baixar o programa do IR (no site www.receita.fazenda.gov.br), preencher e também transmitir os dados pela internet. Geralmente, o último dia de prazo é marcado por congestionamentos eletrônicos. Por isso é bom evitar o risco de não conseguir declarar dentro do prazo.

O governo espera receber este ano um total de 27 milhões de declarações, 1 milhão a mais do que em 2013. Até a quinta-feira passada, antes do feriado, 11,4 milhões já haviam transmitido seus dados.

Quem tiver dúvidas das mais básicas às mais complicadas pode recorrer novamente ao site da Receita Federal, o mesmo informado no início do texto.

Quem ganhou até R$ 20.529,36 em todo o ano passado está isento do imposto. As pessoas que receberam acima desse valor até R$ 30.766,92 vão pagar uma alíquota de 7,5%. Entre essa cifra e R$ 41.023,08, o imposto sobe para 15%. A próxima faixa vai até R$ 51.259,08, com alíquota de 22,5%. E, acima desse último valor, o imposto é de 27,5%.

dbc7408f0f8a82878e31fc878e16afe0

Para evitar congestionamentos no site da Receita, ideal é não deixar para a última hora

Para declarar, é sempre importante ter toda a documentação em mãos – comprovar as despesas com saúde, por exemplo, costuma ser um problema para quem cai em malha fina. É o mesmo caso das vendas de imóveis e outros ganhos de capital, que também exigem extensa documentação na hora do ajuste.

Este ano a Receita melhorou o aplicativo m-IRPF, para declarações via tablets e smartphones ligados à Internet.

“Esta modalidade também passou por melhorias neste ano, passando a contar com novas funcionalidades, como a possibilidade de se declarar dívidas e ônus reais, imposto pago, rendimentos recebidos de pessoa física, rendimentos isentos e rendimentos com tributação exclusiva. Será possível também a importação dos dados da declaração de 2013”, informa a Receita Federal.

No conhecido Programa Gerador de Declaração, o mesmo já usado há anos nos computadores comuns, há novos recursos, como a importação do informe de rendimentos de fontes pagadoras, do informe dos planos de saúde e o “comunicado da condição de não residente.”

Ficou alguma dúvida ainda? Então não perca tempo e venha até a Softagon Inovação e converse com nossa Contadora, Micaelle Alves, e na ocasião ela estará disponível para retirar todas as pedras do caminho para você realizar sua Declaração de Imposto de Renda 2014.

Fonte: Jconline.com.br (editado)

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.