“Cartas para meu futuro amor”

Oi, tudo bem com você? Espero que esteja. A gente não se conhece ainda, mas eu sei que você um dia vai ler isso. E nessa hora você vai me achar um louco, e vai sorrir, se perguntando, como alguém pôde escrever algo pra um remetente que nem conhece? Eu não sei quando, mas hora ou outra a gente vai se esbarrar por aí, numa fila de banco, na padaria, a vida vai dar um jeito, e a gente vai se encontrar. Quando a gente se conhecer, eu sei que vai brotar em mim o entendimento do porque não deu certo as outras relações amorosas. Sabe o meu sorriso? Pronto, você será sinônimo de cada um deles. As minhas vitórias e sonhos serão erguidos com a tua companhia de alicerce.

Vez ou outra irei te surpreender com os meus poemas rabiscados num envelope acompanhado de flores. Eu vou te convidar pra tomar açaí, mesmo que seja numa tarde de frio, e mesmo assim você vai topar. A gente vai ser uma via de mão única em Deus, de propósitos invencíveis e de coração bom. Sempre que possível a gente vai viajar esse mundão lindo, e conhecer gente nova, só pra ter certeza de que cada cabeça é um mundo. Você talvez irá gostar de me vê escrever, de tirar fotos minhas quando eu menos esperar, e de me fazer sorrir quando eu não conseguir imaginar alegria. Não prometo ciúmes nem dr’s, mas é provável que aconteça. Teu cafuné vai ser um sonífero, teu abraço vai ser meu cobertor, e tua voz vai ser sinfonia de Beethoven.

Mesmo assim tu não serás perfeita, digamos que você não saiba cozinhar, que seu escritor favorito seja diferente do meu, que você me roube o lençol no meio da noite. Tu não serás perfeita. Mas tu, serás tu, e isso bastará.
Guarde cada uma das cartas que irei te escrever a partir de hoje, no futuro iremos relembrar da nostalgia desse amor que nem chegou, mas que permanece.

Jales Taelyson

1/1

#cartasparameufuturoamor

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.