Araripinense conduzirá Tocha Olímpica das Olimpíadas 2016

O Comitê Organizador Rio 2016 divulgou, no dia 17 de março, as primeiras listas de condutores selecionados para o revezamento da Tocha Olímpica. As listas dos convocados são dos patrocinadores oficiais da competição.

A chama, que vem de Olímpia, na Grécia, chegou na manhã desta terça-feira ao Aeroporto Internacional de Brasília, ponto de partida para um roteiro que, nos próximos 95 dias, incluirá 327 cidades das cinco regiões do país, passando pelas mãos de 12 mil condutores até chegar, no dia 5 de agosto, ao Estádio Maracanã, local onde será acesa a Pira Olímpica e celebrada a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

A Tocha Olímpica é um importante símbolo na história dos Jogos. Representa a paz, a união e a amizade entre os povos, e sua condução tem por objetivo levar a mensagem olímpica, de promoção da paz em lugar de conflitos. Tradicionalmente, o nome da última pessoa a levar a tocha até a Pira Olímpica na cerimônia de abertura no Maracanã, no Rio de Janeiro, é mantido em segredo. Em geral, a pessoa escolhida é alguma celebridade esportiva do país anfitrião. O Fogo Olímpico queimará na pira até o encerramento dos Jogos Olímpicos, quando será então apagado.

A campanha de seleção foi lançada em outubro de 2015, e o araripinense Clayton Marcelino, foi indicado por um dos patrocinadores oficiais, que indicou 2 mil condutores, e Clayton, que é ligado aos esportes foi um dos indicados para conduzir a tocha.

O araripinense, que mora em Recife, participará do evento no dia 02 de junho, em Olinda, Pernambuco, quando conduzirá a tocha.

Para saber mais sobre o percurso e lista de condutores no Brasil e em Pernambuco acesse o link: https://www.revezamentobra.com.br/explore-a-rota

 

Deixe uma resposta